Mordida – como lidar com ela

mordida

A mordida é um artifício muito comum desde o aparecimento da dentição até por volta dos 3 anos. O psicólogo francês Henri Wallon (1879-1962) escreveu que assim a criança constrói seu “eu corporal”: “é nessa fase, em que ela testa os limites do próprio corpo, onde o dela acaba e começa o da outra pessoa.” Sigmund Freud (1856-1939) também ajudou a entender as dentadas, definindo este período como fase oral, em que a criança sente necessidade de levar à boca tudo o que estiver ao seu alcance, pois o prazer vital está ligado à nutrição. Ela experimenta o mundo com o que conhece melhor: a boca. Outro motivo para as mordidas nesta fase é a necessidade de se comunicar. Os pequenos não dominam a linguagem verbal e utilizam a mordida para expressar descontentamento e irritação ou para disputar a atenção ou objetos com os amigos.  O difícil é saber como lidar com a mordida, já que ninguém quer que seu filho morda ou seja mordido por um coleguinha:

Dicas para lidar com a criança que foi mordida:

Dicas para lidar com a criança que mordeu:

Administrar bem as mordidas favorece o desenvolvimento infantil e a interação entre os colegas, ajuda as crianças a perceberem outras formas de expressão e impede rótulos e estigmas infundados!

Clique aqui para saber mais sobre as razões pelas quais as crianças mordem!

Quer saber mais? Nós te ligamos.