Babá ou creche / daycare, eis a questão

Babá ou creche/daycare?

A modernidade trouxe muitas vantagens para as famílias, como aparelhos eletrônicos que facilitam a nossa vida, serviços online que nos poupam horas de fila e espera e todos os tipos de produtos e serviços que nos tornam mais bonitos, inteligentes e felizes. Esta era também trouxe a emancipação feminina e a consolidação da mulher no mercado de trabalho. Apesar de trabalhar ser extremamente satisfatório e motivador para a mulher, ter os dois chefes da família empregados também tornou-se uma necessidade das família modernas. E aí vem a grande dúvida: o que fazer com as crianças durante a jornada de trabalho. O que escolher uma babá ou creche/daycare?

Vantagens e desvantagens de se ter uma babá:

-A babá vem até sua casa, não demandando traslado.

-A babá ficará com a criança ainda que ela esteja doente.

– Algumas babás aceitam auxiliar em algumas das tarefas domésticas.

– A criança terá atenção exclusiva.

– Se for mais de uma criança o custo poderá ser mais baixo.

– Precisa haver uma preocupação com relação aos direitos trabalhistas previstos na legislação:

* Pagamento de FGTS, vale-transporte, 1 mês de férias + 1/3 e 13º salário

*Licença maternidade e estabilidade de 15 meses em caso de gravidez e direito de receber salário em dias de faltas justificadas por atestado.

* Jornada de 44h semanais, sendo configurada como hora extra qualquer hora que ultrapassar a jornada de 8h diárias ou a carga semanal.

– A babá participará da sua vida familiar, já que estará na sua casa.

– A babá pode faltar ou se atrasar causando inconvenientes na hora de sair para o trabalho.

– A maior parte das babás não tem treinamento para trabalhar com crianças. Portanto, acabam sendo boas cuidadoras, mas não estimulam a criança a se desenvolver.

– Por mais que se confie na babá ela estará sozinha com a criança por um longo período de tempo.

Vantagens e desvantagens creche/daycare:

– Precisa haver uma locomoção até o local.

– Dificuldade de encontrar vaga.

– Por estar em contato com outras crianças, a criança acaba ficando doente com mais frequência, especialmente nos primeiros meses, quando ela ainda está formando a sua imunidade.E se a criança estiver doente, não poderá frequentar.

– A criança estará em contato com outras crianças e adultos que a ajudarão no desenvolvimento da linguagem e socialização.

– Acompanhamento pedagógico e nutricional.

– A criança estará em um ambiente diferente do de casa, o que proporciona novos estímulos sonoros, visuais e táteis.

– A criança estará sendo cuidada por uma equipe, e não só uma pessoa, o que garante mais segurança sobre o tratamento que é dado a ela. No caso de uma emergência, uma equipe especializada terá mais facilidade em ajudar a criança de  forma mais rápida e eficiente.

– A creche/daycare estará sempre aberta, independentemente de greve de ônibus ou problemas de saúde de um funcionário.

-Dependendo do daycare, ele atende horários estendidos podendo chegar a cobrir até 12h.

Cada família precisa decidir quais destes quesitos são mais importantes e fáceis de serem administrados dentro da sua realidade familiar, tendo sempre em mente o bem estar da criança!