Como escolher o quebra-cabeça certo para meu filho?

Jigsaw puzzle cooperation

Os quebra-cabeças são grandes aliados no desenvolvimento cognitivo dos pequenos. Eles ajudam a:

Hoje existem no mercado vários tipos de quebra-cabeças indicados para as diferentes faixas etárias. Os seguintes aspectos precisam ser levados em consideração na hora de escolher o quebra-cabeça certo para a faixa etária da criança:

Para crianças de 1 a 3 anos os mais indicados são os quebra-cabeças de encaixar a peça na fôrma, em que geralmente já existe um desenho, formato ou cor para ajudar a criança a entender aonde vão as peças. Quebra-cabeças com 2 a 12 peças já podem ser tentados a partir dos dois anos, com peças grandes, resistentes e com imagens que facilitem o entendimento da criança do desenho que irá aparecer.

Quebra-cabeças-1-a-3-anos

Para crianças de 3 a 5 anos o ideal é que continuemos usando peças maiores, com mais detalhes e cores na imagem, mas já podemos passar para uma quantidade maior de peças – 12 a 50.

Quebra-cabeças-3-a-5-anos

Crianças de 5 a 6 anos já conseguirão montar quebra-cabeças de até 100 peças. As peças já poderão ser menores, mas é interessante que continuem com cores diferentes e imagens detalhadas.

Quebra-cabeças-5-a-6-anos

Para os maiorzinhos a quantidade de peças vai aumentando e o tamanho e detalhamento diminuindo cada vez mais:

6-7 anos – 100 a 200 peças

7-8 anos- 200 peças

8-1-0 – 300 peças

12+ – 500+ peças

Ao começar a montar o quebra-cabeça a criança pode sentir um pouco de dificuldade e, por isso, é legal que os pais estejam junto para guiá-la no processo dando dicas que facilitarão a montagem. Ex- “Tente girar a peça.”, “Esta é a cabeça dele, cadê o resto da cabeça?”, “O azul vai com azul!”.  Depois deixe a criança tentar montar novamente com menos intervenções até que ela esteja independente no processo!

Montar quebra-cabeças é um ótimo exercício para mente e muita diversão!